A criação de uma incubadora de empresas no concelho de Fafe, voltou a ser o tema central do debate “Atrevo-me a Empreender”, realizado no passado dia 19 de Outubro nas instalações da escola Profissional de Fafe (EPFafe).

Este debate promovido pela EPFafe no âmbito da Semana Europeia da Programação (European Code Weak) que teve como moderador Bruno Ferreira, Embaixador da Codeweek, contou com a participação de José Hernâni Costa, presidente da Associação Empresarial de Fafe, Pompeu Martins, em representação da Câmara Municipal de Fafe, Bruno Ferreira, embaixador português da European Code Week, César Reis da empresa ‘business angel’ por, Ricardo Abreu, ‘programador e membro do advisory board da BABB, Hugo Noronha, administrador do Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESF) e Rafael Leite, empreendedor.

O arranque foi feito com um balanço à edição do ano anterior e, mais uma vez, foi discutida a necessidade da criação de uma incubadora de empresas no nosso concelho, tanto como forma a garantir a fixação e desenvolvimento das empresas bem como um motor importante na criação de novos empregos para os jovens.

Hernâni Costa, presidente da associação empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, defendeu na sua intervenção que esta incubadora poderá ser um importante meio de travar a saída dos jovens do nosso concelho, que é urgente serem tomadas medidas tanto para a criação de emprego como para atrair novos investimentos em Fafe. Este tema é uma preocupação de associação empresarial mas deve ser igualmente uma preocupação do município, referiu Hernâni Costa.

Esta ideia foi igualmente partilhada pelo administrador do IESF, Hugo Noronha que deu a conhecer o apoio que aquela instituição já tem dado a algumas empresas e frisou a necessidade de encontrar soluções para aumentar a empregabilidade no concelho.

Pompeu Martins, em representação da Câmara Municipal de Fafe, salientou que o município está a trabalhar para tornar este projeto uma realidade, relembrando que este deve ser um projeto elaborado em conjunto por todos os parceiros.

Este debate contou ainda com a participação de Rafael Leite que partilhou a sua experiência empreendedora no lançamento de uma carreira no mundo artístico.

Por vídeo-conferência participou Ricardo Abreu, membro da BABB, uma startup londrina, que aposta num banco online desenvolvido sobre o princípio de blockchain. Estando a startup em fase de pre-ICO, a plateia teve oportunidade de ouvir um pequeno testemunho da dinâmica do mercado.

Este debate inserido na Semana Europeia da Programação teve como foco as atitudes chave do empreendedor e, acima de tudo, serviu como um foco de motivação para todos os presentes.